Alimentos cancerígenos: hábitos e cuidados

Câncer Infantil: Não é só a criança que adoece!
24 outubro, 2018
O Câncer e as emoções
8 novembro, 2018
Bem resumidamente, câncer é uma doença multicausal (diversas causas), crônica, que é causada pelo crescimento descontrolado das células. Sua prevenção é muito importante, já que é uma das maiores causas de morte no mundo e a cada ano este valor só aumenta. Acredita-se que cerca de 35% dos cânceres são ocasionados por dietas (alimentação) inadequadas seguidos pelo uso do cigarro (tabaco) (30%).
Alimentos cancerígenos x Alimentos protetores O que comer? O que evitar?
É possível evitar o câncer através da nossa alimentação? SIM! Nossas escolhas alimentares são de extrema importância, pois enquanto alguns alimentos podem ajudar na prevenção, outros podem aumentar o risco de desenvolvimento. É sabido por nós os diversos alimentos que podem gerar o início de um câncer, estão dentre eles os embutidos ou carnes processadas (que é qualquer tipo de carne que tenha sofrido processo de salga, fermentação defumação, etc., para melhorar sua preservação): bacon, presuntos, salsichas, linguiças, mortadelas, alimentos enlatados, embutidos em geral. A característica geral de todos estes produtos é a presença de dois compostos chamados nitratos e nitritos que são geralmente utilizados para conservação destes alimentos. Estes dois compostos após algumas etapas darão vida à um novo composto chamado Nitrosaminas, que por sua vez é extremamente carcinogênico (pode dar início a um câncer) para nós.

Outros produtos potenciais causadores de cânceres são os edulcorantes, mais conhecidos como adoçantes artificiais. Os mais conhecidos são, sobitol, ciclamato de sódio, sucralose, sacarina e aspartame. Apesar do seu uso ser apenas recomendado para diabéticos ou para pacientes em controle de glicemia, diversas pessoas estão se sujeitando a utilizá-los para eventual perda de peso (erradamente).

Já falando em alimentos que ajudam a prevenir o câncer, ninguém melhor do que as frutas, verduras e legumes neste combate. Hoje em dia encontramos estes produtos na sua forma orgânica, que são mais saudáveis ainda uma vez que são cultivado sem a utilização de pesticidas, hormônios, antibióticos ou qualquer outra substância não natural já que estes produtos, a longo prazo de utilização, também são potenciais causadores de múltiplos tipos de
cânceres. Além de tudo, outro fator que faz com que as frutas, verduras e legumes sejam excelentes protetores contra o câncer são suas ótimas propriedades antioxidantes.

A Vitamina C é um dos produtos antioxidantes mais conhecidos e utilizados, ela é encontrada principalmente em frutas cítricas como a acerola, laranja, tangerina, melão, goiaba, caju porém também pode ser encontrada no pimentão verde, amarelo, tomate, brócolis, aspargos, couve, rúcula, agrião entre outros alimentos. O principal papel da Vitamina C é justamente inibir a produção de Nitrosaminas, isso mesmo, aqueles compostos que são gerados pelo consumo de embutidos em geral e que contém nitratos e nitritos. Em recentes estudos é sugerido a ingestão de mais ou menos 200mg/dia da Vitamina C, isso fica em torno da ingestão de 4 a 5 porções de frutas e vegetais ao dia, ou se quiser, consumir de 2 a 3 acerolas ao dia já lhe darão quantidade suficiente de Vitamina C para prevenirmos ocasionais cânceres.

Podemos ver que não há nenhuma formula mágica para curar ou prevenir o câncer, assim como não há alimentos milagrosos capazes disto. Uma alimentação variada e rica em alimentos protetores como frutas, verduras, legumes, feijões, cereais integrais, castanhas e outras oleaginosas sempre livres de alimentos industrializados e fast-foods supre muito bem qualquer tipo de milagre.

Além da alimentação, está mais do que provado que a prática regular da atividade física previne o câncer, mesmo quando não há perda de peso envolvida. A recomendações de pelo menos 30 minutos de atividade física por dia tem efetividades comprovadas, porém foram observados benefícios na prevenção do câncer e na saúde em atividades realizadas por menos tempo que isso. Ou seja, diminuir os hábitos sedentários é extremamente necessário
para aquelas pessoas que querem usufruir de uma vida saudável, longa e livre de doenças.

 

Para mais informações a respeito de uma alimentação saudável nunca deixe de consultar um nutricionista, ele saberá exatamente como lhe ajudar explicando o que você deve comer, em que quantidade e em que momentos, sempre respeitando seus gostos alimentares, sua rotina de trabalho e atividades afim de chegarem juntos ao objetivo proposto.
Leonardo Shimizu
Leonardo Shimizu
Nutricionista CRN 52488, atendimento clínico de crianças, adolescentes e adultos

1 Comentário

  1. online disse:

    You are my breathing in, I have few blogs and often run out from to brand. Max Chariot Fosque

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat